Como vender serviços online através de conteúdos memoráveis: a melhor maneira de conquistar clientes satisfeitos

Como vender serviços online?

Geralmente quando falamos de vendas online estamos nos referindo a produtos, físicos ou digitais.

Apesar dos conteúdos que vendem serviços não serem tão diferentes assim daqueles direcionados para divulgar produtos, alguns detalhes podem fazer muita diferença nos seus resultados.

Mas a maior diferença será o seu foco, que deve estar 100% direcionado para resolver os maiores problemas dos seus clientes.

Portanto, se você é um prestador de serviços online ou presencial ou se sua empresa é focada na prestação de serviços, continue lendo esse artigo para:

Você é o produto

Quando você presta serviços online, você é o produto, ou seja, você está vendendo seu tempo.

Logo, sua imagem pessoal será a sua embalagem. E seus conhecimentos empacotados em determinado método de entrega, a maneira como você presta o serviço. Tudo isso junto é o seu “produto”.

Mais do que nunca, o marketing pessoal e a construção da sua marca precisam ser trabalhados antes da venda de serviços online.

Sua marca pessoal é quem você é. Porém, definir quem você é exatamente não é tarefa das mais fáceis. Mas você pode começar respondendo a essas perguntas:

  • Eu sou conhecido por…
  • Minha equipe conta comigo para…
  • Meus clientes sempre me dizem que…

Você precisa saber exatamente como deseja ser visto, tanto no aspecto pessoal quanto no profissional.

Sua marca pessoal só terá valor quando o seu público-alvo enxergar com clareza que você é diferente dos demais.

Tudo, mas tudo mesmo, depende da sua credibilidade

Continuando com a ideia de que o produto é você, sem credibilidade, sem vendas de serviços online, afinal o que você está vendendo é um relacionamento com você mesmo. Faz sentido?

Portanto, boa parte do seu tempo e dos seus esforços serão direcionados para construir sua autoridade online. Muito mais do que seria necessário para vender um produto.

Você precisa fazer o lead entender quais os benefícios e, principalmente, o valor que você pode oferecer. Você, e não os outros prestadores de serviço.

Qual a melhor forma de fazer isso? Com uma página Sobre bem completa.

O que a sua página Sobre precisa incluir:

  • Uma foto profissional sua (se for em algum evento ou durante uma palestra, melhor)
  • Suas habilidades, conhecimentos e sua experiência na área. Mas tente traduzir tudo isso em uma lista de benefícios que seus clientes podem obter ao contratar seus serviços online.

Como você é o produto, você precisa acertar a sua estratégia de posicionamento, fazendo com que o cliente enxergue que você é, de fato, a solução que ele precisa para resolver seu problema.

Por falar em problemas…

Entenda a fundo as necessidades dos seus clientes

E fale exaustivamente sobre elas.

Você não pode se prontificar a oferecer um serviço se você nem sabe ao certo quais as maiores necessidades dos seus clientes.

Mas não adivinhe: pergunte!

Isso irá permitir tanto que você descubra os desejos menos óbvios do seu público, bem como irá aumentar a sensação de proximidade, afinal se você está perguntando como pode ajudar é porque se importa.

Além disso, quando contamos nossos desejos a alguém, automaticamente nos sentimos mais próximos dessa pessoa.

Venda soluções e não serviços online

Um dentista não vende obturações e serviços de canal. Ele vende o fim da dor de dente. Ou quem sabe uma melhora significativa na estética e na autoestima do seu paciente.

Um nutricionista não vende dietas e acompanhamento profissional. Ele vende a possibilidade de um corpo mais saudável e bonito, além de disposição e bem-estar.

Um arquiteto não vende projetos e acompanhamento de obras. Ele vende a concretização da casa dos sonhos.

Não importa qual o tipo de serviço que você vende, mas sim qual o problema você se propõe a resolver. Para descobrir, faça as seguintes perguntas:

  • Qual o maior problema da minha persona?
  • O que meu cliente quer?
  • Como eu posso ajudar meu cliente a conquistar esse objetivo?

Você precisa mostrar que pode oferecer resultados personalizados

Se um cliente escolher contratar seu serviço, isso significa que ele deseja receber um resultado personalizado.

Vamos usar o exemplo do nutricionista novamente. O paciente chega até seu consultório e quer sair de lá com um plano alimentar feito exclusivamente para ele.

Para vender serviços online, você precisa mostrar que é capaz de entregar de forma personalizada, porém mostrando o resultado que você obteve com outras pessoas.

E esse é o grande desafio. Você terá que mostrar que é capaz de satisfazer as necessidades de quem decidir contratá-lo, mas ao mesmo tempo, manter a informação pessoal de seus clientes em sigilo.

Por isso, procure incentivar que seus clientes antigos forneçam seus depoimentos sobre seu serviço.

Caso você seja prestador de serviços cujo resultado é tangível e pode ser facilmente visualizado através de fotos, vídeos, designs, etc, não pense duas vezes e invista seu tempo para criar um portfólio, caso você não tenha um.

Se possível, realmente transforme seu serviço em um produto

Se você possui um certo tipo de conhecimento e um público interessado nele, a melhor forma de transformar isso em um produto, seria criando um curso ou escrevendo um livro.

Além de materializar um serviço de consultoria, por exemplo, você consegue gerar outra fonte de renda, alcançar uma audiência muito maior e assim escalar seu serviço.

Tudo isso por um valor muito menor do que o preço regular do seu serviço (é importante fazer essa ancoragem) e de forma mais acessível a um número maior de pessoas, sem que você precise esgotar toda sua energia e seu tempo para atender um por um.

Quando você profissionaliza seu marketing de serviços, você mostra ao cliente que sabe o que está fazendo, deixa muito mais claro o que ele pode esperar na entrega e ainda aumenta a expectativa, o que é excelente. Desde que você entregue aquilo que prometeu.

Mas veja que ao fazer tudo isso, criar uma marca e catalogar seus serviços como você faria com seus produtos, você torna o invisível aos olhos do cliente em algo tangível, que será entregue em troca de um determinado valor monetário.

Procure traduzir todos esses conceitos da venda de serviços online em todo tipo de conteúdo que você produzir para divulgar seu trabalho e sua marca.

Mas você não precisa para por aí. Vamos conhecer agora quais são as otimizações de conteúdos para vender serviços online que você pode e deve colocar em prática hoje mesmo.

Como criar conteúdos que vendem serviços: a cereja do bolo

Algumas melhorias e tipos específicos de conteúdos podem funcionar de forma mais eficiente na hora de vender serviços online.

Separei 9 ações de marketing de conteúdo para você turbinar as vendas de serviços online usando o poder do conteúdo.

1.Faça entrevistas com pessoas influentes do seu mercado

Pode ser tanto um conversa informal, porém rica em conteúdo ou uma entrevista mesmo.

O formato não importa, mas ter a participação de outras pessoas do seu mercado em seus vídeos irá aumentar sua autoridade e atrair a audiência da pessoa que topou fazer esse “colab” com você.

2.Invista na produção de conteúdos em vídeo

Por se assemelhar muito mais a uma conversa olho no olho, fazer vídeos pode ser uma ótima maneira de acabar com as principais objeções dos seus futuros clientes

Produza vídeos para o YouTube e faça webinários. Conteúdos em vídeo possibilitam maior conexão com sua rede de contatos e mais engajamento por parte da audiência.

As pessoas usam a busca do YouTube para encontrar soluções para seus problemas. Vídeos ensinando como resolver queixas relacionadas a seu mercado serão sucesso garantido.

3.SEO

Só não esqueça de apostar no SEO tanto para impulsionar seu blog como o seu próprio nome no Google caso você trabalhe como pessoa física.

Ao melhorar a atração de visitantes para o seu site (de forma gratuita e orgânica), suas chances de vender mais aumentam, e muito, afinal, é o cliente que está indo até você e não o contrário.

4.Use as redes sociais a seu favor

Tenha um perfil atualizado no LinkedIn , mas também poste conteúdos relevantes e próprios em suas redes sociais ou reposte materiais interessantes da sua área de atuação.

E tenha cuidado com conteúdos polêmicos ou inadequados. Clientes e empresas sempre buscam informações nas redes sociais.

5.Conte a sua história pessoal

Histórias com o poder de influenciar e fazer você se conectar melhor com seu público.

Um das minhas histórias de vida que mais traduzem a jornada de criar um negócio online é quando conto como saí de uma frustração na faculdade de economia para criar um blog de investimentos e descobrir como esse blog era um negócio online sustentável, que me rendia muito mais do que qualquer estágio ou emprego formal.

Essa história baseada na “jornada do herói” mostra todos os desafios do início, assim como a transformação ao longo do caminho e a recompensa no final, quando o Viver de Blog alcançou recentemente a marca de 3 milhões de visitas e foi rankeado entre os 500 sites mais influentes do Brasil.

6.Sacadas rápidas

Mostre rapidamente como as pessoas podem aplicar seu conhecimento nas suas vidas e obter resultados imediatos. Assim elas terão uma espécie de “amostra grátis” do que o seu serviço pode fazer por elas.

Considere criar um desafio de 30 dias com dicas simples sobre o seu assunto todo dia durante esse período. Você pode usar as suas redes sociais, como o Facebook e Instagram para fazer esse tipo de publicação.

Esse tipo de ação tem como objetivo tornar um produto, no caso você, conhecido no mercado, fortalecendo o seu posicionamento e impulsionando seus resultados.

7.Não esqueça jamais dos seus antigos clientes

Você sabe se fez um bom trabalho com seus clientes mais antigos? Você pode fazer algo a mais para deixá-los ainda mais satisfeitos?

Se você não sabe essa resposta, pergunte se eles acreditam que poderiam obter algo de você que ainda não foi alcançado.

Essas pessoas fazem parte da sua lista de emails? Se sim, não esqueça de segmentar para se comunicar de forma personalizada com essas pessoas.

Sua base de clientes é seu ativo mais valioso.

É muito mais fácil e barato vender para alguém que já comprou serviços online com você antes, como também essw acaba se tornado seu melhor canal de mídia através do boca a boca (e isso sem que você tenha que investir 1 real).

Também aproveite para pedir que essas pessoas recomendem seus serviços a conhecidos caso tenham ficado satisfeitas. Mas peça, porque muitas vezes as pessoas simplesmente esquecem de fazer essa recomendação.

8.Foque nas emoções

Se você leu o artigo “Ciência e Marketing aliados: o que o Neuromarketing pode ensinar sobre a mente dos consumidores para gerar mais vendas já deve ter visto que as emoções são que realmente influencia nossas decisões.

As emoções que mais exercem influência na persuasão são admiração, ansiedade, felicidade, medo e raiva.

No entanto, para vender serviços primeiro você precisa fazer com que as pessoas sintam-se seguras com você. Afinal, você é o produto, lembra?

Mas não fique focado somente em provocar emoções na sua audiência, mostre você também o seu lado mais emotivo, especialmente a sua paixão em servir e fazer o que faz.

Acredita, nada funciona melhor para gerar conexão.

9.Aplique a proposta única de valor em tudo que fizer

O que faz você gostar ou não de determinada pessoa ou marca é a sua proposta única de valor, porque ela é a sua personalidade ou a personalidade da sua marca que ninguém mais no mercado tem.

A sua proposta única de valor nada mais é do que a resposta para essa pergunta:

“Por que eu deveria comprar de você e não do competidor mais próximo?”

E se sua resposta tiver os termos:

  • “qualidade”
  • “ótimo serviço”
  • “número 1 do mercado”

Repense a sua proposta única de valor, já que isso é o mínimo necessário para qualquer negócio em qualquer nicho de mercado e, portanto, não serve como declaração de posicionamento.

4 pilares de qualidade do marketing de serviços online

Quem presta serviços online precisa ficar atento a esses 4 pilares de qualidade do marketing de serviços online:

  • Confiabilidade e satisfação: o cliente tem que receber exatamente o que encomendou e no prazo prometido.
  • Design do site: o site/página de venda precisa fornecer informações detalhadas de como será feita a prestação de serviço (descrição do processo), além de carregar rapidamente e facilitar o processo de compra.
  • Segurança e privacidade: o cliente tem que sentir que sua privacidade está protegida no site e que pode comprar com segurança.
  • Atendimento ao cliente: quando o cliente tiver problema, você deve mostrar interesse sincero em resolver, bem como responder todas as dúvidas prontamente. Procure melhorar o que você oferece como serviço, seja de forma virtual ou presencial.

Uma vez que você compreende que são esses 4 pilares que sustentam a base dos serviços online, todo o resto, como o conteúdo, a copy, seu site, sua estratégia de geração de tráfego e qualquer outra ação de marketing que você decida colocar em prática serão extremamente potencializadas para que você venda seus serviços online, mas principalmente conquiste muitos clientes mais que satisfeitos.

Fonte: https://viverdeblog.com/servicos-online/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 15 =